Share

Archive for Setembro 2011




Como amar o vazio
o silêncio  de uma madrugada 
o frio perturbando a alma
uma tristeza esplendor...

Como amar a tristeza
de uma noite sombria...só dor.
De um orvalho caindo de uma bela 
e deslumbrante ramo de flor...

No fim do lago das sombras..Uma vela,
guiando as almas aflitas,
pra junto do aconchego dela...

Como se ama a amargura...
 a vista do horizonte disturba,
nublando meu olhar...

Meu temor agora canta 
minhas lagrimas acompanha 
nessa triste melodia 
meu coração não mas palpita
e nesse lago irei me jogar.

Nessa sombra...me atirar
cor, perfume, vida...Não há.
na penumbra do crepúsculo, 
irei amar este clarão,
pois sem a chama dessa vela 
viverei na escuridão.

              Karlos Marques

Lago das sombras Full View



Por muito tempo vive na dor
e isso me fez ser assim.
Mas agora estou bem,
por que tenho você pra mim...

Meu amor...Não me abandone.
Tudo que tenho, foi você que deu,
amor, paz e carinho...
Eliminando meu rancor.

Você não tem ideia do quanto me faz feliz,
me guiando da escuridão,
e dela me fazendo rir...

Por você tenho..Amor...Lindas asa pra voar,
me levando aos teus braços,
pois lá sempre quero está.

Meu belo anjo protetor
a te me entrego sem temor...
Pois em você posso confiar,
e faço tudo pra te o meu amor.

Seu amor, sua paixão...
Me aqueça...Uma atração.
Que não me deixa deixar,
de contigo querer está.

Você é meu deitar, meu levantar,
meu respirar e meu sonhar...
Que tudo de mal que me cerca,
um dia irá passar.

Por isso não canso-me de te lembrar
que é você, quem sempre irei amar,
e pela porta da minha vida,
só te deixarei entrar.

Karlos Marques














































Viver com Você. Full View




O vento cerca-me,
com uma pureza nunca vista antes,
soprando-me aos ouvidos 
esplendorosas lições de vida...

Me envolve, e me guia,
por lugares nunca visto,
muitas vezes vendo apenas
com os olhos do espirito...

Nesse mundo de rotina,
vou levando minha menina,
até na margem do rio chegar...

águas límpidas e encantadoras,
me motivam a caminhar,
e em contato com ela 
começo a regressar...

Por lugares onde andei...
Por momentos que vive...
Minha alma agora brilha, pois aqui estou feliz!

No fim...Onde posso enxergar,
uma luz forte há brilhar...
E sei que nesse lugar, minha paz lá estará.

Repleto de entusiasmo, 
esculto pássaros a cantar,
uma linda melodia, 
dando-me forças pra continuar.

E agora com você
minha bela, linda flor....
Com você irei pra luz,
e viveremos nosso amor.

           Karlos Marques

Guiando-me Full View



Nessa noite nebulosa 
finos pingos de chuva saem sobre meu telhado
me lembra você cantando
que está sempre do meu lado...

E o frio me consome 
não me deixa descansar,
saio do meu quarto e pelas ruas vou vagar!

Tudo que me resta,
são canções melodiosas,
onde você me consolava,
falando que me amava.

Sua canção é como fogo,
aquecendo minha alma,
me guiando pelas ruas, 
nessa fria madrugada....

O dia começa a raiar
continuarei a escultar,
a canção que você me fez,
pra nunca desistir de te encontrar...Nunca.

Karlos Marques
Canção da Madrugada Full View




Minhas asas agora partidas
não tenho como te achar
  tentando me livrar desse vazio 
e contigo por perto está.

Sem asas para voltar
não sei por onde procurar
a cura do meu sofrimento
pra perto de você poder voar.

Até ela cicatrizar 
não irei deixar de caminhar
pois é com você
que o meu alivio está.

Caminhando sobre a terra,
ou voando paleo ar...o que importa
é que te quero e só você irei amar...

Quando te encontrar
minha cura você terá 
e com minhas belas asas
pro céu irei voltar...
Com você!

 Karlos Marques
Asas partidas Full View


   

  Vejo a noite nascer
e com ela meus maiores medos
angustia e dor...
     Não te tenho aqui comigo,
pois sozinho de novo estou...
     Olho para o céu, nem a lua apareceu,
pra me consolar com o manto brilhoso 
que um dia você me deu...
       As estrelas não brilham mais,
e aos poucos vou perdendo minha paz.
       Destruindo meu viver,
pois não tenho mas você,
aqui pra me proteger...
        Não me deixe mas assim,
eu te quero até o fim.
       Receio que isso continuar,
     não sei aonde iremos chegar!
Meu amor.

                                 Karlos Marques
Receio Full View






Anjos feridos, 
vagando pela escuridão,
procurando a saída,
pra própria libertação.

Anjos caídos,
lutando para viver,
em um mundo de sofrimento,
sem nada poder ver.

Anjos amargurados,
lançados em um abismo, 
de tristeza e aflição,
corroendo suas almas com iniquidade e dor.

 Anjos de luz sublime 
que nasceram pra brilhar 
quaisquer que seja as trevas 
não deixe-as te dominar. 

          Karlos Marques
Anjos Full View



Meus maiores sentimentos 
hoje todos sepultados 
em lapidas de dor 
e corrente de maldades.

Meu coração enterrados 
não sinto mas amor 
minha vida destruída 
isso foi o que restou.

Meu anjo,meu belo anjo
traga-me de volta a luz,
conduzindo minha alma
me livrando dessa prisão.

Conforta-me,proteja-me,
guia-me pra salvação.
Agora estou tão perdido
que não sei a direção.

Meu corpo vulnerável 
repleto de aflição,
nesse mundo obscuro 
que só a destruição.

Meu sofrimento suplicando-te 
não diz que me abandonou 
me leve para o céu,
pois no inferno eu estou.

           Karlos Marques
Meu inferno Full View



Minhas feridas agora expostas 
não tenho como esconder,
minha vida, agora não passa de meras lembranças,
que não iram mas voltar.

Meu sofrimento virou uma rotina,
na qual tenho que aturar,
minhas lágrimas agora escorrem 
sem ao menos eu notar.

Minhas lágrimas escoam  pelas sepulturas.
Minhas alma clama por libertação.
Serei eu crucificado, 
nesse mundo Feito para há destruição.

Meu clamor não é atendido,
e parece que agora estou só!
Até meu modo de amar,
faz quem amo sentir dor. 

Fico a que no vazio,
de uma noite fria, sem luar.
Sem nada ao meu redor,
que possa me iluminar.

Minhas lágrimas caem pelos momentos
que não iram voltar.
E o sofrimento me invade,
sei que dele nunca irei me libertar.

                 Karlos Marques
Minhas Feridas Full View


Nem sei mas como negar,
não consigo controlar.
Nem da mas pra disfarçar,
minha do quer se declarar...

Pois sempre vive na dor
e ela nunca me faz mal.
Pois sempre vive sozinho
e isso é meu normal...

Por favor não me esqueça!
Por favor não me deixe mas aqui!
por favor eu te suplico:
-Não me deixe mas assim!

Não tenho mas com quem contar
e sei que isso , por muito tempo ira dura.
Não sei mas como aguentar
sem ninguém pra me abraçar...

Nas ruas vou caminhar
e perto de você tento voltar,
mas isso está agora me sufocando
e não consigo mas respirar...


Por favor não me esqueça!
Por favor não me deixe mas aqui!
por favor eu te suplico:
-Não me deixe mas assim!

Sem alma agora irei vagar...
Não sei mas se vou te achar...
Na verdade eu não quero 
nunca mas te abandonar. 


                 Karlos Marques
Sem Nome - Eu! Full View

HOME | ABOUT

Copyright © 2011 Karlos Marques | Powered by BLOGGER | Template by 54BLOGGER